UC cria 1º medicamento radiofarmacêutico português

Imagem da notícia: UC cria 1º medicamento radiofarmacêutico português

Com o nome de FDG•UC (Fluodesoxiglucose[18F] UC), o fármaco desenvolvido na Universidade de Coimbra através do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS), obteve Autorização de Introdução no Mercado (AIM) pelo Infarmed (Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento).

Em entrevista ao Ciência Hoje, o vice-reitor para a área da investigação da UC, Amílcar Falcão, explica que o medicamento desenvolvido é um radiofármaco utilizado como meio auxiliar de diagnóstico fundamentalmente para vários tipos de neoplastias. “É utilizado nos exames PET, permitindo aos médicos uma avaliação muito precisa do estádio da doença e o planeamento da terapêutica individualizada, de acordo com as necessidades dos doentes”.

Segundo o também diretor técnico do ICNAS Produção, a formulação desenvolvida apresenta várias diferenças em relação às já existentes, “distinguindo-se pela sua qualidade, estabilidade, fiabilidade e rapidez.

 

3 Fevereiro 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

SNS: telessaúde usada em 87% dos hospitais

Mais de 80% dos hospitais do SNS recorrem à telessaúde, sendo o telerrastreio e a teleconsulta os mais frequentes, mas os projetos de inteligência artificial ainda não chegaram a metade das instituições de saúde em Portugal.

Ler mais 17 Junho 2019
Atualidade

Cancro: centro de investigação europeu distingue estudo da FCTUC

Um estudo que, pela primeira vez, avaliou o impacto de fármacos anticancerígenos na água do interior das células foi distinguido com o Society Impact Award 2019, prémio atribuído pelo ISIS Neutron and Muon Source, laboratório que possui um dos mais potentes feixes de neutrões e muões do mundo, localizado no Reino Unido.

Ler mais 13 Junho 2019
Atualidade