Estudantes de Medicina oriundos de escolas privadas revelam pior desempenho

Imagem da notícia: Estudantes de Medicina oriundos de escolas privadas revelam pior desempenho

Um estudo da Universidade do Porto conclui que a classificação de entrada não permite prever o desempenho académico individual e que, em média, os estudantes provenientes de escolas privadas revelam pior desempenho do que os das escolas públicas.

De acordo com a agência Lusa, o percurso dos estudantes admitidos na Universidade do Porto em 2008/2009, pelo regime geral, avaliou 224 estudantes que perfazem o grupo dos 10 por cento melhores desempenhos ao fim de três anos e encontrou grandes diferenças entre escolas secundárias.

O mesmo tipo de análise foi repetido para os 394 estudantes admitidos nos cursos de Medicina do ICBAS e da FMUP, verificando-se que a diferença “Privado”/”Público” se acentua.

O estudo concluiu ainda que entrar num curso em segunda ou terceira opção piora o desempenho relativamente àqueles que o fazem em primeira opção.

5 Março 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
Mido 2020
`

Notícias relacionadas

Outubro em números

Fique a conhecer as cinco notícias mais lidas no nosso site durante o mês de outubro de 2019.

Ler mais 4 Novembro 2019
Atualidade