Idosos portugueses revelam mais problemas de saúde

Imagem da notícia: Idosos portugueses revelam mais problemas de saúde

Os idosos portugueses vivem cada vez mais tempo, mas passam mais de uma década com problemas de saúde que os limitam no dia-a-dia, concluiu um estudo da agência Eurostat.

Os números do Eurostat revelam que Portugal melhorou ligeiramente em 2010, contudo o país continua com valores parecidos com os de alguns países de Leste e claramente abaixo das nações mais ricas.

Nas diferenças de género, as mulheres portuguesas têm, em média, mais seis anos de vida saudável após a reforma, ao passo que os homens têm mais sete anos. Em média, as idosas portuguesas têm 15 anos de vida, além da reforma, com problemas de saúde. Já os homens têm apenas 10 anos.

Os resultados revelaram que, após a reforma, os portugueses podem esperar apenas mais seis a sete anos de vida saudável, avança a edição online da Sic Notícias. No extremo oposto estão os suecos, que após os 65 anos conseguem viver em média mais 14 a 15 sem problemas de saúde.

 

25 Abril 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que inclui uma categoria para alunos cegos e amblíopes, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação.

Ler mais 24 Novembro 2020
Atualidade

Investigadores testam IA no diagnóstico da Covid-19

Uma equipa de investigadores, constituída por portugueses e brasileiros, vai testar a utilização de inteligência artificial (IA) no diagnóstico da Covid-19, analisando ultrassonografias ao tórax com recurso a técnicas de visão por computador.

Ler mais 20 Novembro 2020
Atualidade