Quase um terço dos portugueses sofre de conjuntivite alérgica

Imagem da notícia: Quase um terço dos portugueses sofre de conjuntivite alérgica

Aproximadamente um terço dos portugueses sofre de conjuntivite alérgica, uma inflamação que afeta em especial os jovens e surge sobretudo nesta altura do ano quando o nível de polinização aumenta.

Segundo a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, o aumento do nível de polinização que se tem verificado nos últimos dias leva a um aumento das queixas de sintomas alérgicos, nomeadamente a nível ocular, podendo também existir conjuntivite alérgica de carácter persistente, que está relacionada com os ácaros do pó da casa e os epitélios de animais domésticos.

A “conjuntivite alérgica é uma doença inflamatória da superfície ocular externa, muitas vezes recorrente, que se manifesta através de prurido e sensação de ardor nos olhos, lacrimejo, olhos vermelhos, fotofobia e edema (inchaço) da conjuntiva e das pálpebras”, de acordo com a SPO.

Pode revelar-se “uma situação extremamente incapacitante que dificulta bastante a vida do dia-a-dia das pessoas”. “A seguir à conjuntivite pode haver uma infeção, que pode originar lesões a nível da córnea e da superfície ocular”, disse, acrescentando que na maior parte dos casos não se torna numa “doença incapacitante, mas há situações que podem evoluir dessa forma”.

14 Maio 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas