Aumento do tempo de espera para cirurgia

Imagem da notícia: Aumento do tempo de espera para cirurgia

O tempo de espera para cirurgia aumentou de três meses em 2010 para 3,3 meses em 2011 e subiu 4,1 por cento o número de doentes operados, revela o Relatório Anual sobre o Acesso a Cuidados de Saúde.

O documento foi elaborado por todas as instituições do Serviço Nacional de Saúde (65 Agrupamentos de Centros de Saúde, 50 entidades hospitalares e sete unidades locais de saúde [ULS]) e é referente a 2011.

De acordo com a agência Lusa, cerca de dois terços das instituições hospitalares (67 por cento) prestaram informação sobre os tempos de resposta garantidos (TRG) definidos para 2011.

Das 57 instituições hospitalares (50 hospitais e 7 ULS), apenas um terço – 19 entidades (33 por cento) – indicou que cumpriu o tempo de resposta para consultas “muito prioritárias”.

Este número passa para 25 entidades (44 por cento) quando se trata de consultas “prioritárias” e para 35 (61 por cento) no caso das consultas de prioridade “normal”.

17 Julho 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Webinar: “Medicina orofacial e oftalmologia”

É já amanhã (15 de abril) que decorre o XI Webinar gratuito, de Medicina orofacial e oftalmologia, um evento que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Medicina Dentária Hospitalar (APMDH) e do Núcleo de Formação e Investigação em Cirurgia, Implantologia e Reabilitação Oral.

Ler mais 14 Abril 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia