Lesões oculares durante a prática desportiva

Imagem da notícia: Lesões oculares durante a prática desportiva

A maioria dos traumatismos oculares em Portugal é provocada pelo futebol. O alerta da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia pretende despertar as pessoas para a importância de manter a saúde dos olhos durante a prática desportiva.

Em Portugal, o futebol é a atividade que provoca o maior número de traumatismos oculares, sobretudo em jovens amadores, seguido pelo ténis e pelo golfe.

Todos os desportistas que sofram uma lesão ocular, “com ou sem queixas”, devem ser observados rapidamente por um médico oftalmologista, “pois mais tarde é difícil estabelecer a ligação entre as doenças apresentadas e os traumatismos antigos”.

Os traumatismos podem ser evitados, com protetores oculares adequados, reduzindo o risco em pelo menos 90 por cento.

26 Julho 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Indo integra grupo Rodenstock para “acelerar o seu crescimento”

Após vários anos de “crescimento sustentado e incremento de quota de mercado”, a Indo irá integrar-se no grupo Rodenstock para “impulsionar” o seu negócio. Estima-se que a transação fique completa no terceiro trimestre de 2022 e está sujeita à aprovação das habituais autoridades de concorrência.

Ler mais 20 Maio 2022
AtualidadeInstitucionalOftalmologia

APOR promove Petição Pública em defesa dos Ortoptistas

Num documento dirigido ao Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, a petição defende, entre outros pontos, “o direito a exercer a profissão sem penalização” e “o direito de escolha e acesso do cidadão beneficiário da ADSE a cuidados de saúde na área da visão prestados por Ortoptistas”.

Ler mais 17 Maio 2022
AtualidadeÓtica

Catarata: cirurgia pode diminuir risco de demência

De acordo com um estudo realizado nos EUA, e publicado no jornal científico JAMA Internal Medicine, da Associação Médica Americana, “indivíduos idosos com catarata que foram submetidos à cirurgia tiveram um risco menor de desenvolver demência”.

Ler mais 16 Maio 2022
AtualidadeOftalmologia