“Sou um cliente-médico que está no topo da Bausch+Lomb”

Imagem da notícia: “Sou um cliente-médico que está no topo da Bausch+Lomb”

OftalPro: Descreva o seu percurso profissional, antes da Bausch+Lomb e agora.

Calvin Roberts: Bem, eu sou oftalmologista de formação académica, exerci cirurgia oftalmológica entre 1982 e 2008, tanto em cataratas, como em refração e outras cirurgias da córnea. Em 2003, co-fundei a Alimera Sciences, Inc., empresa especializada em farmacêutica ocular, e sou atualmente professor de oftalmologia na Weill Medical College of Cornell University, em Ithaca, Nova Iorque, nos Estados Unidos da América. No ano passado fui convidado pela Bausch+Lomb para exercer funções de diretor clínico.

OP: Qual é o seu papel na empresa?

CR: Sou um cliente-médico que está no topo da Bausch+Lomb. É muito interessante ter um poder decisivo após tantos anos de experiência médica, pois temos uma perspetiva diferente e melhor, porque estamos mais perto de quem exerce. São os médicos que sabem as necessidades dos pacientes e por muito bons que sejam os gestores para o negócio, só o trabalho de equipa vence. A parceria entre investigadores/cientistas, médicos e gestores é que leva o nosso lema a bom porto: ver melhor para viver melhor.

OP: De que forma a sua longa experiência em investigação oftalmológica contribui para a evolução da Bausch+Lomb?

CR: Posso dizer que há três aspetos fundamentais: o primeiro é que a minha experiência e, enfim, sabedoria neste ramo, permite-me ser levado em consideração pelos profissionais e gestores da empresa, no que diz respeito às necessidades da saúde ocular; o segundo aspeto é que como sou médico oftalmologista, uso a mesma linguagem dos oftalmologistas a quem nos dirigimos. Ou seja, o nível de confiança aumenta, porque todos queremos o melhor para o cliente final, o paciente. Em último lugar, e não menos importante, trago para a Bausch+Lomb o conhecimento técnico dos produtos que comercializamos e naqueles em que temos de apostar.

Entrevista completa na OftalPro 18

27 Julho 2012
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Rufino Silva, novo presidente da SPO, em entrevista

Formação científica e educação médica, revisão dos estatutos, defesa do ato médico em oftalmologia e indexação internacional da revista da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO). São estes os principais desafios que Rufino Silva, recém-eleito presidente da SPO, projeta para o próximo biénio.

Ler mais 18 Fevereiro 2021
Entrevistas