Mulheres são mais vulneráveis à Sida

Imagem da notícia: Mulheres são mais vulneráveis à Sida

As mulheres são particularmente vulneráveis à Sida e é preciso ir muito mais longe do que o atual foco nas grávidas, foi este o alerta lançado na XIX Conferência Internacional sobre Sida, que se realizou em Washington.

Em 2011, foram infetadas 1,2 milhões, maioritariamente em países desenvolvidos, segundo números da ONUSida. As taxas de infeção entre as jovens dos 15 aos 24 anos são duas vezes superiores às dos rapazes da mesma faixa etária.

O risco de transmissão do HIV em relações heterossexuais sem preservativo é maior nas mulheres, sendo que a Sida é apontada como a principal causa de morte na idade fértil.

 

 

6 Setembro 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Marca José de Mello Saúde dá lugar à marca CUF

A festejar 75 anos de vida, a José de Mello Saúde inicia um novo capítulo na sua história. A partir de agora, a empresa passa a designar-se CUF, tornando-se assim numa marca única para a atividade de prestação de cuidados de saúde.

Ler mais 13 Julho 2020
Atualidade