Medicamentos cardiovasculares custam mais de um milhão de euros por dia ao SNS

Imagem da notícia: Medicamentos cardiovasculares custam mais de um milhão de euros por dia ao SNS

“Em Portugal, o grupo dos medicamentos cardiovasculares é o que apresenta um maior nível de consumo e, em 2011, constitui 30 por cento dos encargos totais do SNS com medicamentos em meio ambulatório”. A informação é fornecida pela Infarmed Notícias, o jornal oficial do organismo.

O estudo elaborado pela Autoridade do Medicamento incidiu sobre o consumo de medicamentos cardiovasculares entre 2000 e 2011 e concluiu um “aumento significativo” do uso destes fármacos. Consequentemente verificou-se, no mesmo período, um acréscimo dos encargos do SNS com estes medicamentos comparticipados pelo estado.

A investigação fez a comparação entre os distritos portugueses, onde Évora e Portalegre revelaram o maior consumo por habitante. Analisou depois este consumo a nível internacional onde concluiu que, em Portugal, é mais elevada a utilização de um tipo de medicamentos cardiovasculares, com custo de tratamento superior.

De acordo com o artigo do Infarmed Notícias, só em 2011, o SNS gastou 395 milhões de euros com os medicamentos cardiovasculares em meio ambulatório.

15 Novembro 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas