Alta taxa de cancro dentro de 10 anos deverá ter resposta das farmacêuticas

Imagem da notícia: Alta taxa de cancro dentro de 10 anos deverá ter resposta das farmacêuticas

O investigador e diretor do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto, Sobrinho Simões, alertou que “daqui a 10 anos um em cada dois portugueses” terá pelo menos um cancro.No entanto, mostra-se convicto de que “não vai faltar dinheiro para a investigação nesta área”, cita a revista “Visão”, a partir da Lusa.

“A indústria farmacêutica sabe também que isto é uma área extraordinária do ponto de vista económico, porque se metade da população tem cancro e se os tratamentos não são baratos isso é um estímulo para eles. Portanto, eu acredito que vai haver dinheiro. Estou com medo, mas acredito”, disse ainda no simpósio de lançamento da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro, no final do mês passado, no Porto.

26 Novembro 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

Descoberta origem comum a seis doenças psiquiátricas

Um novo estudo mundial, do qual faz parte uma equipa de investigadores da Escola de Medicina da Universidade do Minho - coordenada por Pedro Morgado (na foto) -, descobriu que ocorrem modificações no córtex que são comuns às seis principais doenças psiquiátricas.

Ler mais 15 Setembro 2020
Atualidade