“Saúde mais Próxima” rastreia diabetes em 30 bairros de Lisboa

Imagem da notícia: “Saúde mais Próxima” rastreia diabetes em 30 bairros de Lisboa

Uma parceria entre a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal vai permitir rastreios gratuitos durante dois meses a uma doença que afeta cerca de um milhão de portugueses.

“Saúde mais Próxima” vai abranger mais de 30 bairros municipais e históricos da cidade. Sendo os diabetes a principal causa de cegueira, insuficiência renal e amputações dos membros inferiores é importante a prevenção através de rastreiros.

O rastreio inclui a avaliação de glicemia, tensão arterial, índice de massa corporal (IMC), hábitos tabágicos e outros fatores que permitem calcular o risco de vir a desenvolver a diabetes.

O programa “Saúde Mais Próxima” arrancou em maio de 2012, tendo rastreado cerca de 21.000 pessoas.

23 Janeiro 2013
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Indo integra grupo Rodenstock para “acelerar o seu crescimento”

Após vários anos de “crescimento sustentado e incremento de quota de mercado”, a Indo irá integrar-se no grupo Rodenstock para “impulsionar” o seu negócio. Estima-se que a transação fique completa no terceiro trimestre de 2022 e está sujeita à aprovação das habituais autoridades de concorrência.

Ler mais 20 Maio 2022
AtualidadeInstitucionalOftalmologia

APOR promove Petição Pública em defesa dos Ortoptistas

Num documento dirigido ao Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, a petição defende, entre outros pontos, “o direito a exercer a profissão sem penalização” e “o direito de escolha e acesso do cidadão beneficiário da ADSE a cuidados de saúde na área da visão prestados por Ortoptistas”.

Ler mais 17 Maio 2022
AtualidadeÓtica

Catarata: cirurgia pode diminuir risco de demência

De acordo com um estudo realizado nos EUA, e publicado no jornal científico JAMA Internal Medicine, da Associação Médica Americana, “indivíduos idosos com catarata que foram submetidos à cirurgia tiveram um risco menor de desenvolver demência”.

Ler mais 16 Maio 2022
AtualidadeOftalmologia