Prémio António Champalimaud de Visão 2013 ajuda Nepal no combate à cegueira

A falta de verbas e tratamentos tem vindo a assolar este país ao longo dos anos.

São as organizações não-governamentais que têm assumido o papel principal de combate, daí a importância de todas as ajudas.

O Nepal Netra Jyoti Sang, Tilganga Institute of Ophthalmology, Eastern Regional Eye Care Programme e o Lumbini Eye Institute receberam cerca de 33 milhões de rupias nepalesas de um total de 134 milhões, que correspondem ao milhão de euros atribuído pela Fundação Champalimaud.

Foi de grande agrado que as instituições encararam o montante tal como Ram Prasad Pokhrel, do Nepal Netra Jyoti Sang, explica em declarações à agência Lusa.

“Este montante vai permitir continuar a trabalhar, realizar mais cirurgias, criar um novo centro de oftalmologia e formar mais especialistas”, como também “melhorar a vida de mais doentes com problemas de visão, nomeadamente cataratas e glaucoma”.

Este prémio existe desde 2006 e é apoiado pelo “2020 – Direito à Visão” da Organização Mundial de Saúde.

Este ano o prémio foi entregue pelo Presidente da República Aníbal Cavaco Silva.

5 Setembro 2013
Atualidade

`

Notícias relacionadas

HOYA estreia-se na TV em Portugal

Pela primeira vez, a HOYA vai anunciar a MiYOSMART, lente para a gestão da miopia em crianças e adolescentes, na televisão portuguesa, nos canais CMTV e TVI.

Ler mais 23 Maio 2024
AtualidadeLentes e Equipamentos

Um viva ao Hugo

O designer da OftalPro celebra hoje o seu aniversário. Muitos parabéns Hugo, um dia super feliz!

Ler mais 7 Maio 2024
Atualidade