Estudo português de nanopartículas de prata é encomendado pelos EUA

Imagem da notícia: Estudo português de nanopartículas de prata é encomendado pelos EUA

Os investigadores desta universidade tentam apurar as diferentes toxicidades derivadas da prata, material muito utilizado pelos exércitos.

Através da exposição de ratos às nanopartículas da prata, durante 10 semanas, pretende-se apurar se órgãos vitais como o fígado, rins e coração são afetados e estudar formas de os tornar mais resistentes.

O projeto está a ser financiado pelo European Office of Aerospace Research and Development, que faz a ligação com o Departamento de Investigação Científica da Força Aérea Americana.

 

18 Setembro 2013
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade