“Cerca de 10 por cento da população portuguesa sofre de SDP”

Imagem da notícia: “Cerca de 10 por cento da população portuguesa sofre de SDP”

Orlando Alves da Silva testemunhou em primeira mão o nascimento de uma outra resposta para muitas patologias que se relacionam diretamente com uma deficiência da postura, mal dos tempos comuns do Homem evoluído, e à qual não parou de dedicar-se até hoje. Falamos da Síndrome de Deficiência Postural e de um especialista que é também um verdadeiro visionário.

 

OF: O campo de estudo abrangido pela posturologia excede em muito as fronteiras da Oftalmologia…

OAS: Sim. No nosso caso, cuidamos do corpo como um todo e não o segmentamos como se faz na medicina clássica. Após o diagnóstico, podemos abranger áreas distintas como a Podologia, a Fisioterapia, a Ortopedia, a Medicina Dentária, a Neurologia e a Psiquiatria, para referir algumas. Vou dar um exemplo: chegam-me pacientes com depressões que julgam ser psiquiátricas e para as quais não encontram resposta, mas que, na verdade, são de tipo postural. Trata-se de uma doença típica da vivência moderna, da vida nas cidades e do tipo de postura que o nosso corpo assume nestas circunstâncias. Na verdade, chegam-nos pessoas com dores, com desequilíbrios, com défices de aprendizagem, entre outros problemas, e que na realidade sofrem é da Síndrome de Deficiência Postural, ou seja, os seus sistemas propriocetivos encontram-se desregulados graças a erros posturais sistemáticos. O que fazemos é reprogramar estas posturas, usamos lentes prismáticas, fazemos uma ergonomização e aplicamos palmilhas posturais. O reposicionamento mandibular também é considerado, bem como o treino cognitivo, sempre que assim for necessário, e a verdade é que temos tido um enorme sucesso na resposta por parte dos pacientes.

 

Leia a entrevista completa na OftalPro 19.

 

3 Outubro 2013
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas