Dormir pouco prejudica cérebro

Imagem da notícia: Dormir pouco prejudica cérebro

De acordo com a AFP, citada pelo Sapo Saúde, os investigadores na área de neurologia da Universidade de Uppsala analisaram amostras de sangue recolhidas em 15 homens jovens e de boa saúde divididos em dois grupos: entre aqueles que dormiram oito horas e os que não dormiram.

Entre os que não dormiram, os cientistas constataram um aumento de cerca de 20 por cento de duas moléculas, a enolase específica dos neurónios e a proteína S-100B.

“O número de moléculas do cérebro normalmente aumenta no sangue quando ocorrem lesões cerebrais”, indicou em comunicado o coordenador do estudo, Christian Benedict.

“A falta de sono pode promover processos de neurodegeneração”, enquanto que, pelo contrário, “uma boa noite de sono pode ter uma grande importância para a manutenção da saúde do cérebro”, acrescentou.

3 Janeiro 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas