Alerta brasileiro para a conjuntivite em tempo de Mundial

Imagem da notícia: Alerta brasileiro para a conjuntivite em tempo de Mundial

Leôncio Queiroz Neto, oftalmologista do Instituto Penido Burnier de Campinas, Brasil, alertou que existe um risco considerável de conjuntivite viral em tempos de Campeonato do Mundo.

“São dezenas de estirpes que se reproduzem com mais facilidade durante o frio e em ambientes que concentram grande número de pessoas”, afirmou o especialista em comunicado.

Tendo em conta que no atual Mundial milhares de pessoas se juntam, o risco de propagação de uma doença vírica é muito elevado.

O contágio é particularmente eficiente em pacientes com olho seco, tendo em conta que esta doença afeta a natural produção de lágrimas, que protegem o olho de poeiras e afins, deixando-o mais vulnerável.

Segundo o mesmo oftalmologista, esta doença também aumenta a probabilidade de incidência de conjuntivite alérgica que, embora não seja contagiosa, pode desenvolver-se para queratocone.

Como medidas de prevenção, deve-se: lavar as mãos sempre que se tocar em superfícies ou objetos de uso comum; não compartilhar toalhas, fronhas, maquiagem ou colírio; beber bastante água para manter os olhos hidratados; comer salmão, sardinha e semente de linhaça para melhorar a qualidade das lágrimas.

Aos mínimos sintomas (pálpebras inchadas, vermelhidão, coceira ou ardência, secreção transparente, fotofobia), é aconselhável consultar logo um oftalmologista.

20 Junho 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Essilor Portugal com distinção Selo COVID OUT

A Essilor Portugal foi distinguida com a atribuição do Selo COVID OUT atribuído pela entidade certificadora ISQ - Instituto de Soldadura e Qualidade, após auditar as respetivas instalações e medidas de segurança presentes.

Ler mais 23 Outubro 2020
AtualidadeLentes e equipamentos