Células estaminais podem ajudar a regenerar a córnea

Imagem da notícia: Células estaminais podem ajudar a regenerar a córnea

Nos Estados Unidos da América, cientistas estão a desenvolver um novo método de regeneração da córnea, com recurso a células estaminais.

Os investigadores do Massachusetts Eye and Ear Research Institute e de três unidades de saúde de Boston, Boston Children’s Hospital, Brigham and Women’s Hospital e VA Boston Healthcare System, usaram células estaminais adultas de humanos nos olhos de ratos de laboratório, para ativarem as células responsáveis pela regeneração e reparo do olho.

Desta forma, ponderam a regeneração de córneas afetadas, após doença ou lesões, tendo em conta os resultados positivos nos testes em animais. No entanto, é complicado identificar estas células na esclera.

Para colmatar a dificuldade, os cientistas identificaram a molécula de busca, conhecida como ABCB5, no limbo do olho através de sinalizadores moleculares fluorescentes, para facilitar a procura pelas células regeneradoras.

Os profissionais afirmaram que esta foi a primeira vez que se conseguiu produzir tecido da córnea em animais, mediante células estaminais humanas.

4 Julho 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Telemedicina continua a “criar ondas” na oftalmologia

A pandemia de Covid-19 está a transformar a forma como a medicina é praticada em todo o mundo. Novas alternativas para o modus operandi da prestação de cuidados de saúde tradicionais têm sido escolhidas durante estes tempos incertos.

Ler mais 22 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia