“A ética deve prevalecer”

Imagem da notícia: “A ética deve prevalecer”

Jorge Breda foi presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO). Na entrevista que nos concedeu, falou-nos desse desafio.

OftalPro: No seu currículo, destaca-se a presidência da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO). Que desafios se impõem quando se assume um cargo desta natureza?

Jorge Breda: A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia é uma Sociedade Científica e, portanto, a sua principal função tem que ser a promoção e divulgação da ciência oftalmológica nas suas diversas vertentes. Como presidente da SPO, desejei essencialmente três coisas: primeiro, contribuir para a atualização permanente dos sócios com congressos, reuniões, revistas; segundo, estimular a aprendizagem dos futuros oftalmologistas com a distribuição de bolsas; terceiro, divulgar cuidados essenciais de Oftalmologia junto da população e influenciar as autoridades nesse sentido. Conseguir este desiderato parece-me ser o principal desafio de um presidente.

OF: O que o move, na vida e na profissão?

JB: Confesso que não sei bem, estou no meu outono. Gostava de ser mais culto e mais sabedor. Tenho pena de não ter lido convenientemente os clássicos, de não saber mais de pintura e de música. Procuro muito seguir ao lado das pessoas bem formadas, das que não se deixam influenciar por aquilo que mais convém na conjuntura. Quanto à profissão, quero aprender sempre mais e exercê-la em conjunto com colegas mais novos em ambiente multidisciplinar. Acompanhar o evoluir. Tenho esperança de que possa ser assim, que a ética prevaleça e que continue a haver médicos que são mesmo médicos. Apesar de todas as dificuldades que nos colocam.

Toda a entrevista na OftalPro 25.

23 Julho 2014
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

Paulo Ferreira, ocularista na Moutinho Ópticas, em entrevista

É na Avenida Rodrigues de Freitas que encontramos o espaço que a Moutinho Ópticas dedica à prótese ocular, um dos serviços de bandeira da histórica ótica portuense. No local é desenvolvido um trabalho que visa a mitigação dos impactos que a perda de um olho pode ter. Estivemos à conversa com Paulo Ferreira, especialista e ocularista de profissão, sobre o seu percurso e ainda sobre esta área “nobre”

Ler mais 29 Setembro 2021
AtualidadeEntrevistas