“Estamos na crista da onda do que se faz em Oftalmologia a nível mundial”

Imagem da notícia: “Estamos na crista da onda do que se faz em Oftalmologia a nível mundial”

Em entrevista à OftalPro, Miguel Amaro, coordenador da unidade de Oftalmologia do Hospital de Vila Franca de Xira, considerou-nos em que patamar se encontra a prática portuguesa em comparação com a internacional.

OftalPro: Acha que a Oftalmologia que se pratica em Portugal está ao nível da que se vê no resto do mundo?

Miguel Amaro: Estamos na crista da onda do que se faz em Oftalmologia a nível mundial, mas, como em tudo, há determinadas situações que podem ser tratadas de melhor forma noutros centros, fora de Portugal. E isto porque não temos um volume de população que justifique ficarmos ‘experts’ em todas as áreas oftalmológicas, principalmente as de foro mais raro. É o caso do melanoma intraocular, por exemplo. Normalmente, enviamos estes pacientes para o IPO, mas não há um centro de referência em Portugal que trate desta patologia. Os pacientes têm que ser encaminhados para Barcelona ou para a Suíça, onde existem locais específicos para estas situações. Acima de tudo, temos que ser humildes, relativamente a algumas áreas, e perceber que não podemos ser os melhores do mundo em tudo.

Leia a entrevista na íntegra na OftalPro 24, aqui.

17 Outubro 2014
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Rufino Silva, novo presidente da SPO, em entrevista

Formação científica e educação médica, revisão dos estatutos, defesa do ato médico em oftalmologia e indexação internacional da revista da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO). São estes os principais desafios que Rufino Silva, recém-eleito presidente da SPO, projeta para o próximo biénio.

Ler mais 18 Fevereiro 2021
Entrevistas