“Fui crescendo e espalhando a minha atividade pelo norte”

Imagem da notícia: “Fui crescendo e espalhando a minha atividade pelo norte”

Manuel Augusto de Castro Neves nasce a 25 de abril de 1965, em Grijó, Vila Nova de Gaia.

Tira a licenciatura em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), em 1989. Em 1996, completa a especialidade de Oftalmologia, no Hospital de Santo António. Nesse mesmo ano, faz um estágio em Cirurgia de Cataratas por Facoemulsificaçāo, em Nice e Milāo. E, três anos depois, conclui um estágio em LASIK, em Madrid.

“Estamos a falar nos inícios da facoemulsificação. A minha intenção era aprender para depois organizar um serviço de cirurgia de ambulatório, pois, na altura, ainda não existia no Porto. E assim foi. Fui crescendo e espalhando a minha atividade pelo norte, centrando a parte cirúrgica na Ordem do Carmo e Hospital da Misericórdia de Vila Verde, onde fiz as primeiras unidades de cirurgia de ambulatório. Foi nessa altura que saí do serviço público, por precisar de mais tempo para a clínica privada”.

Em 2006, Manuel Castro Neves foi convidado pelo Grupo Mello a formar a equipa da CUF Porto.

“Já lá vão oito anos desde que criámos a Iberoftal, com a minha atividade centrada nas cataratas e na cirurgia refrativa, e estando acompanhado por colegas de todas as outras áreas da Oftalmologia.”

Leia a entrevista na íntegra na OftalPro 27, aqui.

29 Outubro 2014
Entrevistas

`

Notícias relacionadas

“Pretendemos continuar a ser uma referência no setor”

O Laboratório Edol completa 70 anos e mantém a ambição de continuar a crescer. Em entrevista à OftalPro, a diretora de marketing e vendas do Edol, Mafalda Pimpão, refere que a ambição com a nova unidade fabril “é abraçar novos mercados, principalmente o europeu” e “continuar a ser uma referência no setor”.

Ler mais 15 Agosto 2022
EntrevistasLentes e equipamentos

Lisboa acolheu XXII Congresso Nacional de Ortoptistas

Com a presença de cerca de 100 participantes, a APOR realizou o XXII Congresso Nacional de Ortoptistas em Lisboa. Durante a sessão de abertura, Aldina Reis, a presidente da APOR, aproveitou para enaltecer o importante e indispensável trabalho desenvolvido pelos ortoptistas no Serviço Nacional de Saúde (SNS), desde há 60 anos.

Ler mais 11 Agosto 2022
AtualidadeEntrevistasOftalmologia