Missão: erradicar a catarata

Imagem da notícia: Missão: erradicar a catarata

Albert “Al” L. Ueltschi é o patrono da HelpMeSee, organização que objetiva combater ativamente a catarata.

No final dos anos ‘70 do século passado, este americano convenceu-se de que formar os habitantes locais era a melhor forma de servir as comunidades, motivo pelo qual deu azo a uma outra instituição, a Flight Safety International.

Trata-se de uma das mais avançadas escolas de aviação do mundo, que anualmente forma milhares de alunos com os seus cursos de simulação.

Esta foi a base necessária para Al integrar os quadros da Orbis International, durante 30 anos, organização afamada pelo seu projeto “Flying Eye Hospital”, no qual oftalmologistas voluntários se dirigiam a países em vias de desenvolvimento para promover a visão, mediante o transporte num avião dedicado.

Mas o filantropo achou que, embora esta iniciativa correspondesse aos resultados, carecia de abrangência. Assim, decidiu juntar as valências da simulação ao “combate” da catarata, a maior causa de cegueira tratável do mundo, e fundar com o filho, Jim Ueltschi, a HelpMeSee, em 2010, com a promessa de solucionar esta “crise” em duas décadas, realizando mais de 70 milhões de cirurgias em cerca de 80 países em vias de desenvolvimento.

Saiba mais na OftalPro 28!

10 Março 2015
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade