Médica ganha Bolsa D. Manuel Mello 2014

Imagem da notícia: Médica ganha Bolsa D. Manuel Mello 2014

Segundo informação publicada pelo Diário de Notícias, os doentes operados às cataratas conhecem a experiência: o nevoeiro vai-se e a visão regressa, mas nos primeiros dias são frequentes perturbações, como a visão ocasional de ‘flashes’ de luz.

Depois passa, mas num número reduzido dos casos em que o cristalino é substituído por lentes multifocais, isso não acontece, sendo necessário removê-las e trocá-las por lentes monofocais. O problema, sabe-se, está na adaptação do cérebro à situação nova, mas o que aí sucede exatamente é uma incógnita.

A médica e investigadora Andreia Martins Rosa propôs-se desvendar o mistério olhando para dentro da “caixa preta do cérebro” e, com o seu projeto, ganhou a Bolsa D. Manuel Mello 2014, um prémio no valor de 12.500 euros. Para Andreia martins Rosa, que está a fazer o doutoramento, justamente sobre esta questão, “o prémio é muito bem-vindo”, porque vai permitir pôr o estudo em prática”.

 

27 Março 2015
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade