A “veia solidária” de Paulo Torres

Imagem da notícia: A “veia solidária” de Paulo Torres

Para além do amor à ciência, o médico oftalmologista Paulo Torres dedica-se a ações de cariz humanitário em África, e não só.

OftalPro: O que pode revelar-nos sobre a sua “viagem solidária” a África?

Paulo Torres: Esta aventura humanitária começou na Gâmbia, o mais pequeno país da África continental, numas férias em família. A Gâmbia é constituída essencialmente por uma pequena faixa de terra que envolve o rio com o mesmo nome, rio Gâmbia, e é ladeada pelo Senegal, estando a oeste o território banhado pelo oceano Atlântico. Nessa altura visitámos uma escola. Ao deparar com a pobreza e a falta de condições da escola, onde cerca de 1700 crianças estudavam, decidi criar um projeto de ajuda à sua reconstrução, projeto esse que teve início em meados de 2011. Está agora em fase de finalização. Foram construídas 12 salas de aulas, uma cozinha, uma cantina, casas de banho, espaço murado e zonas de cultivo com hortas. O Hospital Santo António também quis ajudar: contribuiu com 45 computadores que foram transportados de uma forma graciosa pela GALP, aos quais agradeço mais uma vez o apoio.

Leia toda a entrevista na próxima edição!

16 Abril 2015
Entrevistas

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Rufino Silva, novo presidente da SPO, em entrevista

Formação científica e educação médica, revisão dos estatutos, defesa do ato médico em oftalmologia e indexação internacional da revista da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO). São estes os principais desafios que Rufino Silva, recém-eleito presidente da SPO, projeta para o próximo biénio.

Ler mais 18 Fevereiro 2021
Entrevistas