Hoya “investe” na DMDI

Imagem da notícia: Hoya “investe” na DMDI

O grupo Hoya investiu na Salutaris Medical Devices (SalutarisMD) e utilizará os fundos para reforçar a sua estratégia de crescimento com o desenvolvimento de um dispositivo médico desenhado para o tratamento, minimamente invasivo, da degeneração macular associada à idade (DMDI), de tipo húmido. A degeneração macular de tipo húmido é uma das principais causas de diminuição da visão e cegueira, que afeta sobretudo pessoas adultas.

“O nosso investimento na SalutarisMD mantém o compromisso da Hoya em estabelecer relações sólidas com diferentes empresas dedicadas a desenvolver a seguinte geração de produtos para os cuidados médicos, especialmente na área de tecnologias terapêuticas minimamente invasivas”, comentou Augustine Yee, diretor executivo, diretor legal e diretor de Desenvolvimento e Serviços Corporativos da Hoya Corporation.

“A tecnologia da SalutarisMD tem potencial significativo na gestão da Degeneração Macular húmida (DMAE húmida). Estamos satisfeitos por construir esta relação estratégica com uma empresa inovadora na nossa área de negócio de LifeCare, em contínuo crescimento”. O dispositivo da SalutarisMD está desenhado para conseguir atuar especificamente sobre as zonas lesionadas. O procedimento realiza-se utilizando o instrumento portátil sob a supervisão e cuidado direto do especialista em retina, e irradiando de forma específica nos diferentes tecidos, em função das necessidades de cada paciente.

O dispositivo da SalutarisMD está desenhado como um procedimento prático com base na clínica. “Os tratamentos atuais para a DMA húmida são caros, trabalhosos e há uma grande necessidade insatisfeita de terapias mais efetivas. Esta relação com a Hoya vai ajudar-nos sem dúvida nos nossos esforços de comercialização”, disse Marsteller, CEO da SalutarisMD.

18 Junho 2015
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Telemedicina continua a “criar ondas” na oftalmologia

A pandemia de Covid-19 está a transformar a forma como a medicina é praticada em todo o mundo. Novas alternativas para o modus operandi da prestação de cuidados de saúde tradicionais têm sido escolhidas durante estes tempos incertos.

Ler mais 22 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia