Estudar o Parkinson através da retina

Imagem da notícia: Estudar o Parkinson através da retina

A Universidade de Alicante (UA), com Nicolás Cuenca como principal investigador, e cientistas do Instituto de Investigação de Saúde Banner Sun dos EUA, estão a pôr em marcha o primeiro estudo a nível mundial sobre o Parkinson utilizando retinas humanas.

Este projeto, financiado pela Fundação Michael J. Fox e pela Universidade de Alicante, tem como objetivo melhorar o diagnóstico e a compreensão do Parkinson.

A investigação, que começou em fevereiro de 2015, é realizada com retinas de pacientes com Parkinson já falecidos, doadas pelo Instituto de Investigação de Saúde Banner Sun, um centro dedicado ao estudo desta doença e do Alzheimer.

Os dois investigadores, Nicolás Cuenca e Thomas Beach, colaboram desde 2014 e publicaram já um artigo onde mostram, pela primeira vez, que as alterações moleculares características da proteína conhecida como Alpha-synuclein se encontram na retina de pacientes com Parkinson.

Nicolás Cuenca salientou ainda que a retina é um modelo muito adequado para analisar o funcionamento do cérebro, por ser uma extensão deste complexo órgão do corpo humano e parte integrante do sistema nervoso central.

Saiba mais aqui!

15 Julho 2015
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas