Prémio Nelson Mandela das Nações Unidas distingue oftalmologista

Imagem da notícia: Prémio Nelson Mandela das Nações Unidas distingue oftalmologista

A médica oftalmologista Helena Ndume recebeu o Prémio Nelson Rolihlahla Mandela das Nações Unidas pelo seu trabalho como voluntária na Namíbia, prémio este que homenageou também Jorge Sampaio.

Esta médica integra há 20 anos a Surgical Eye Expeditions (SEE), uma organização não-governamental dedicada a tratar a cegueira.

Helena Ndume conseguiu que voluntários da SEE e de outras ONG internacionais viajassem todos os anos até à Namíbia, onde organiza clínicas temporárias para tratar doenças relacionadas com a visão por todo o país.

“É aqui que se oferecem cirurgias aos que não têm como pagar por um procedimento simples, que muitas vezes não demora mais de 30 minutos e custa menos de 100 euros. Só na Namíbia, a médica oftalmologista já ajudou 30 mil pessoas a recuperarem a visão com cirurgias e procedimentos gratuitos. A maioria sofria de cataratas ou miopia. Com o sucesso alcançado, já tem planos para expandir o projeto para Angola”, escreve o Público.

2 Setembro 2015
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Telemedicina continua a “criar ondas” na oftalmologia

A pandemia de Covid-19 está a transformar a forma como a medicina é praticada em todo o mundo. Novas alternativas para o modus operandi da prestação de cuidados de saúde tradicionais têm sido escolhidas durante estes tempos incertos.

Ler mais 22 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia