Fundação Calouste Gulbenkian premeia investigação sobre cegueira

Imagem da notícia: Fundação Calouste Gulbenkian premeia investigação sobre cegueira

A Fundação Calouste Gulbenkian entregou recentemente uma bolsa de investigação no valor de 12.500 euros para o desenvolvimento de um trabalho sobre cegueira.

João Calmeiro faz investigação no Centro de Neurociências e Biologia Celular, da Universidade de Coimbra, para desenvolver um tratamento para a cegueira assente na proteína canalrodopsina 2, nomeadamente para prevenir a degeneração da retina.

“A nossa investigação procura dar capacidade de resposta à luz aos neurónios da retina que não têm essa capacidade naturalmente. O projeto visa alterar as propriedades de absorção de luz da proteína “canalrodopsina-2″, que naturalmente responde apenas à luz de cor azul, e criar novas variantes que absorvem e respondem à luz de outras cores”, disse João Calmeiro ao Diário de Notícias.

A bolsa de investigação foi ainda entregue a João Varela, do Centro de Investigação dos Processos Químicos e Produtos da Floresta da Faculdade de Ciências e Tecnologia da mesma faculdade, para o desenvolvimento de aerogel à base de sílica para tratar solos contaminados com metais pesados.

2 Fevereiro 2016
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Consumo de drogas poderá causar deficiência visual

Gerardo Gleason, especialista mexicano em tecnologia para cirurgias oftalmológicas, alertou que “o consumo de substâncias psicoativas, naturais ou sintéticas, que atuam no sistema nervoso gerando alterações nas funções que regulam pensamentos, emoções e comportamento, aumentam as hipóteses de deficiência visual ou cegueira”, revela a Lusa.

Ler mais 21 Junho 2024
Atualidade

OftalPro completa 15 anos

A revista dirigida aos profissionais da oftalmologia alcança em 2024 o seu 15º aniversário. Nascida em 2009, a OftalPro publicou já 65 edições da sua revista, vincada pela aposta na publicação em papel, sem nunca descurar o contacto mais direto e imediato proporcionado pelas novas tecnologias que avançaram na sociedade desde a sua criação.

Ler mais 20 Junho 2024
Atualidade