SNS quer avaliar visão infantil

Imagem da notícia: SNS quer avaliar visão infantil

O recente despacho publicado pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) visa implementar um rastreio para avaliação da acuidade visual infantil.

Em síntese, as crianças terão de realizar pelo menos dois rastreios até fazerem cinco anos, sendo o primeiro aos dois anos. Caso seja detetado algum problema visual, serão chamadas para uma consulta de oftalmologia no hospital. Estima-se que o período de espera seja mais reduzido, mas, se o problema for urgente, a resposta será emitida em quatro semanas.

Para já, trata-se de um projeto-piloto, a ser testado na região Norte, nos centros de saúde do Porto, Gondomar, Maia e Valongo, como também nos hospitais de São João e Santo António, a começar em novembro.

Para além das crianças, será dado um reforço no rastreio à Degeneração Macular Relacionada com a Idade (DMI), com ênfase nos diabéticos, sendo que os casos graves têm um período de espera de chamada ao hospital de quatro semanas.

9 Maio 2016
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade