Rufino Silva: “A oftalmologia é uma especialidade apaixonante”

Imagem da notícia: Rufino Silva: “A oftalmologia é uma especialidade apaixonante”

“Poder fazer algo de novo no dia a dia, que possa contribuir para melhorar o mundo à minha volta, como ser humano e como especialista dedicado à retina, é o que me move”. É assim que Rufino Silva, médico oftalmologista há quase 30 anos, descreve o “poder” que tem em mãos.

OftalPro: Porquê a sua dedicação à oftalmologia? E à área da retina, em particular?

Rufino Silva: A escolha da oftalmologia resulta de uma série de fatores presentes em 1987, quando após o famoso e eterno exame “o Harrison” ficaram 2.500 médicos a escolher apenas 500 vagas. A oftalmologia em Coimbra era uma das minhas opções e, felizmente, foi possível selecioná-la. Tornei-me oftalmologista no Serviço de Oftalmologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, agora Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

OF: E a escolha da área da retina?

RS: A retina sempre foi uma área nobre neste Serviço, com figuras ímpares como o Prof. Cunha-Vaz e o Prof. José Rui Faria de Abreu, que muito influenciaram o meu destino. A área da retina tem sido aquela que mais desenvolvimento tem sofrido nos últimos anos dentro da oftalmologia e é aquela que mais se irá desenvolver nos próximos anos. Novas moléculas e novos procedimentos estão a surgir periodicamente, melhorando exponencialmente a capacidade que agora temos de travar a progressão e melhorar o prognóstico de numerosas patologias da retina potencialmente causadoras de cegueira.

Entrevista completa na OftalPro 33!

 

16 Junho 2016
Entrevistas

`

Notícias relacionadas

“A minha vida mudou drasticamente. Tive de aprender a ver com novos olhos”

Diagnosticada com a doença de Stargardt aos 30 anos, o mundo de Tarris Marie é atualmente um espaço de “possibilidades infinitas” que lhe fez encontrar novos caminhos nas artes, como a escrita ou o teatro. O livro de estreia, Blaque Pearle, é o rosto de uma criadora artística que usa “fragmentos da vida, imaginação e experiências para contar histórias”. 

Ler mais 28 Março 2024
Entrevistas