Ortoptista integra Ordem dos Técnicos de Saúde

Imagem da notícia: Ortoptista integra Ordem dos Técnicos de Saúde

O Projeto de Lei nº 636/XIII defende a criação da Ordem dos Técnicos de Saúde. Entre as profissões representadas encontra-se o ortoptista.

“À semelhança de outras profissões que têm como objeto a salvaguarda e a promoção da saúde humana, importa também, relativamente aos profissionais das tecnologias da saúde, assegurar que o respetivo exercício profissional esteja sujeito não apenas à exigência de uma formação académica especializada de nível superior, mas também a disposições legais e regulamentares que o enquadrem, cujo cumprimento seja assegurado por mecanismos de disciplina e de supervisão eficientes. De facto, sendo as profissões das tecnologias da saúde, como as demais na área da saúde, profissões regulamentadas, impunha-se que o seu exercício profissional estivesse enquadrado e regulado por normas técnicas, éticas e deontológicas, devidamente harmonizadas e cobrindo todas as componentes daquele exercício profissional, cujo cumprimento fosse eficazmente controlado”.

A Ordem será portanto uma associação pública representativa de licenciados nas áreas das tecnologias da saúde que exercem profissões que tradicionalmente integram esta área da ciência e da técnica aplicada à prestação de cuidados de saúde. Trata-se de uma opção que se afasta duma indesejável diversidade de estruturas representativas das profissões das tecnologias da saúde, que poderia conduzir, no limite, à criação de tantas Ordens Profissionais quantas as profissões que a agora criada integra e representa.

Saiba mais aqui.

18 Outubro 2017
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Boas férias

A equipa da OftalPro deseja aos seus queridos leitores um verão repleto de sol, descanso e tranquilidade. Aproveitamos para informar que a redação estará encerrada entre os dias 1 e 16 de agosto de 2020.

Ler mais 31 Julho 2020
Atualidade

Biossensores descartáveis para deteção precoce do Alzheimer

Investigadores do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) estão a desenvolver, no âmbito de um projeto transfronteiriço, biossensores descartáveis que, através da identificação de potenciais biomarcadores associados ao Alzheimer, visam detetar precocemente a doença.

Ler mais 30 Julho 2020
Atualidade