Conhece o OphtalSuite?

Imagem da notícia: Conhece o OphtalSuite?

Na maioria das unidades de saúde, os exames encontram-se dispersos por vários equipamentos e não existe uma forma fácil de aceder a todos os exames de um único software. Os médicos têm de lidar com os resultados dos exames impressos ou perder tempo deslocando-se ao equipamento. O OphtalSuite, da empresa Blueworks, surgiu para dar resposta a esta necessidade.

Da responsabilidade da Blueworks, empresa sediada em Coimbra, o OphthalSuite é um software que organiza cronologicamente os exames efetuados pelo doente nas diversas consultas. Permite a visualização, no terminal de consulta, de todos os exames auxiliares de diagnóstico, em tempo real com total fiabilidade de imagem independentemente do equipamento onde foi feito o referido exame. Possui um módulo de Business Intelligence que facilita o acesso e manuseamento dos dados numéricos adquiridos nos diversos exames, facilitando a pesquisa e investigação clínica.

Ficou curioso? Não perca a próxima edição da OftalPro.

21 Março 2018
Oftalmologia

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Andreia Rosa candidata ao Board do ESCRS

A atual coordenadora do Grupo Português de Cirurgia Implanto-refractiva é uma das candidatas à direção do European Society of Cataract and Refractive Surgeons. As eleições para o Board do ESCRS estão abertas para membros desta sociedade até 30 de agosto.

Ler mais 3 Agosto 2021
AtualidadeOftalmologia

Paulo Barbeiro mostra as vantagens do sistema OphthalSuite

O diretor da Blueworks - Medical Expert Diagnosis, explica num artigo de opinião, como funciona o software desenvolvido pela Blueworks, uma tecnologia essencial para “a mudança de paradigma” no setor da oftalmologia.

Ler mais 2 Agosto 2021
Lentes e equipamentosOftalmologiaOpiniãoRevista

Rastreio da ambliopia realizado uma vez aos 3-4 anos é altamente efetivo

Os dados foram revelados num estudo recentemente publicado na revista BMJ Open Ophalmology, que contou com a participação a nível nacional de Sandra Guimarães, coordenadora do Serviço de Oftalmologia do Hospital Escola da Universidade Fernando Pessoa. O estudo pode ser lido na revista OftalPro 53.

Ler mais 30 Julho 2021
OftalmologiaRevista