Vitamina A atrasa o progresso da retinite pigmentosa

Imagem da notícia: Vitamina A atrasa o progresso da retinite pigmentosa

Estudos indicam que a vitamina A pode atrasar a perda gradual da visão periférica em crianças, sendo este o principal sintoma da retinite pigmentosa.

A afirmação tem por base um estudo que incluiu 55 pacientes com esta patologia que tomaram suplementos orais de vitamina A, enquanto que outros 25 pacientes não foram tratados e serviram de controlo. Os indivíduos foram acompanhados entre 4 a 5 anos.

A suplementação de vitamina A foi, aproximadamente, associada com 50% de desaceleração da taxa exponencial média de declínio da amplitude do eletrorretinograma do cone de campo total em comparação com os indivíduos de controlo.

Os resultados sugerem que a vitamina A pode ser útil para retardar a progressão da retinite pigmentosa em crianças. Particularmente, o suplemento de vitamina A pode ser benéfico para crianças com alto risco de doença agressiva.

Saiba mais aqui.

13 Abril 2018
Oftalmologia

PUBLICIDADE
Mido 2019
`

Notícias relacionadas

Falcão Reis: “Defender e valorizar a SPO e a profissão”

Fernando Falcão Reis, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e diretor do Serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar de São João, foi eleito para presidir à direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) para o biénio de 2019-2020.

Ler mais 21 Janeiro 2019
Oftalmologia

“Queremos ser parceiros dos oftalmologistas”

Com a fusão entre os grupos Palex e Taper em agosto de 2017, a Lusopalex, empresa do Grupo Palex em Portugal, assumiu uma estratégia consolidada no mercado nacional, com a incorporação de novas áreas, nomeadamente a oftalmologia. Para o diretor-geral da empresa, José Marcelino Marques, o objetivo agora é assegurar a sustentabilidade da operação.

Ler mais 18 Janeiro 2019
EntrevistasOftalmologia