Devemos temer pelo futuro dos jovens médicos?

Imagem da notícia: Devemos temer pelo futuro dos jovens médicos?

Com uma carreira de 40 anos dedicada ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), David Martins manifesta a sua apreensão sobre o tema no panorama português. Realça a importância das carreiras médicas no estímulo ao desenvolvimento e adesão ao SNS, relativamente às quais considera essencial que sejam ponderadas e implementadas efetivamente e sem atraso.

OftalPro: Teme pelo futuro dos jovens médicos?

David Martins: Os hospitais públicos, as urgências hospitalares, os serviços hospitalares, os jovens médicos, os enfermeiros, os técnicos e todos os que se formam na área da saúde nas diversas vertentes têm o seu futuro incerto e muitas vezes comprometido. Tantos profissionais que por diversas razões seguem para outros países à procura de soluções, muitos com elevada formação técnica, científica e humana! Presencio um desmembramento dos serviços que outrora eram paradigma de trabalho de equipa e formação articulada e integrada. Os profissionais de saúde que permanecem, trabalham nos limites e têm que abraçar projetos extra para cumprirem com as suas responsabilidades familiares.

É necessário e urgente que a política estude e responda a estes desafios. Bem sei que a saúde é onerosa. A evolução científica aumentou a esperança de vida e tudo o que essa realidade envolve. Penso também que todos, mesmo todos, nós que estamos no terreno, mas também a população em geral, devemos pensar em conjunto e cooperar para que a resposta seja encontrada.

24 Maio 2018
Entrevistas

`

Notícias relacionadas

Porto recebe 1º Encontro Ibérico de Cirurgia de Estrabismo

Nos dias 11 e 12 de outubro, o Porto Pálacio Hotel, na cidade Invicta, recebe o 1º Encontro Ibérico de Cirurgia de Estrabismo. A OftalPro conversou com Jorge Breda, do comité científico do encontro, que fez uma antevisão do evento e deixou o convite à participação dos oftalmologistas.

Ler mais 17 Julho 2024
EntrevistasEventos e Formação

“O objetivo primordial é manter o foco no doente”

Da formação médica à especialização, Tiago Martins Silva aborda o momento mais difícil na sua prática profissional, caracterizando ainda a oftalmologia em Portugal, com o SNS e os seus desafios, as metas pessoais e o que de melhor e pior retira de quase 20 anos de prática clínica.

Ler mais 8 Julho 2024
Entrevistas