O melhor artigo científico da Harvard Medical School é português

Imagem da notícia: O melhor artigo científico da Harvard Medical School é português

O melhor artigo científico da Harvard Medical School na área da oftalmologia é português e é da Inês, outra vez. A médica e investigadora Inês Laíns venceu, pelo segundo ano consecutivo, o prémio de melhor artigo científico na área da oftalmologia da Harvard Medical School. A médica e investigadora dedica-se ao estudo do diagnóstico da principal causa de cegueira em pessoas acima dos 50 anos.

O prémio foi entrege a 8 de junho pela Harvard Medical School, instituição norte-americana onde Inês Laíns desenvolve investigação sobre a degenerescência macular relacionada com a idade (DMI).

A investigadora de 32 anos está a trabalhar numa nova técnica com resultados muito encorajadores que mostram como as pessoas com DMI apresentam diferenças numa análise ao sangue, quando comparadas com pessoas da mesma idade que não a têm.

Esta doença precisa de ser estudada, acredita Inês, até porque é multifactorial: “Tanto envolve factores genéticos como ambientais e nós não compreendemos muito bem como é que esses factores interagem para promover o seu aparecimento”.

A investigação em curso em Harvard, em colaboração com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, foi inicialmente financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e pelo programa Harvard — Portugal. Há 500 doentes envolvidos: 200 dos Estados Unidos e 300 portugueses.

Saiba mais aqui.

13 Junho 2018
AtualidadeOftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

OM cria Censo Oftalmologia

O “Estudo Demográfico da População de Oftalmologistas Portugueses” do Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos, tem como objetivo “conhecer a realidade dos recursos humanos nacionais” nesta área da medicina. O documento vai ser divulgado no próximo congresso de Oftalmologia, entre 9 e 11 de dezembro, de 2021.

Ler mais 3 Dezembro 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia