Lentes trifocais protagonistas na CIRP

Imagem da notícia: Lentes trifocais protagonistas na CIRP

A tecnologia de última geração das lentes trifocais é a protagonista durante os dias do Congresso da CIRP, que se realizou entre 24 e 25 de maio, em Albufeira.

Estando estimados cerca de 1.000 especialistas da visão reunídos no Hotel Real de Santa Eulália para conhecer as últimas técnicas e novidades do setor, a nova cirurgia trifocal foi destaque para os oftalmologistas por ser uma solução para a catarata, a presbiopia (perto, intermédia e longe), a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo dos seus pacientes, com uma única cirurgia segura e fiável de dez minutos de duração.

As lentes Trifocais FineVision, cuja implantação intraocular já supera o número de 400.000 em todo o mundo, supõe um grande avanço na cirurgia faco-refrativa. Em Portugal, estima-se que haja mais de 5.000 lentes trifocais implantadas até ao momento.

Nas palavras de Filomena Ribeiro, diretora do Serviço de Oftalmologia do Hospital da Luz e Presidente do grupo CIRP:

“A lente intraocular Trifocal FineVison foi um grande avanço na cirugia faco-refrativa, em benefício dos nossos pacientes, que permitiu melhorar a qualidade da visão e independência da correção com óculos em todas as distâncias a muitas pessoas operadas. A contribuição da nova lente Trifocal FineVision tórica significa poder oferecer também estes resultados a um grupo de pacientes que, para além dos problemas de visão de longe e perto, têm um astigmatismo associado. A possibilidade de solucionar o problema do astigmatismo significa uma mudança muito importante para um grupo de pessoas que nunca tinham tido a oportunidade corrigir, de forma satisfatória e global, o seu problema refrativo. Pela primeira vez podemos solucionar de forma efetiva todas estas circunstâncias mediante o implante de uma lente intraocular que aporta uma solução a todos estes problemas num mesmo ato cirúrgico”.

As lentes Trifocais FineVision são distribuídas em Portugal pela MedicalMix.

26 Junho 2018
Oftalmologia

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

“Em 2050, uma em cada duas pessoas vão sofrer de miopia”

O alerta é da OMS sublinhado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. No Dia Mundial da Visão a instituição chama atenção para a excessiva exposição de crianças a dispositivos eletrónicos. 80% de todas as causas de deficiência visual são evitáveis ou podem ser tratáveis mediante prevenção adequada.

Ler mais 14 Outubro 2021
AtualidadeOftalmologia