“Viver muitos anos é bom, mas envelhecer é de evitar”

Imagem da notícia: “Viver muitos anos é bom, mas envelhecer é de evitar”

Isabel Almasqué, presidente honorária do 61º Congresso Português de Oftalmologia, partilhou com a OftalPro quais os destaques que os profissionais do setor encontrarão no certame.

OftalPro: Porquê a escolha do tema “Envelhecimento do Sistema Visual”?

Isabel Almasqué: O tema envelhecimento está na ordem do dia. As pessoas vivem muito mais tempo, mas ninguém quer envelhecer. Como dizia o Woody Allen, “viver muitos anos é bom, mas envelhecer é de evitar”. Por isso, tudo o que se relaciona com o envelhecimento do sistema visual e as suas possíveis terapêuticas ou a sua eventual prevenção é hoje alvo de grandes investimentos na área da investigação e da indústria farmacêutica e da maior atenção por parte dos oftalmologistas.

Há inúmeros ensaios clínicos a decorrer e todos os anos surgem terapêuticas novas e técnicas cirúrgicas inovadoras nas áreas da catarata, DMI, glaucoma, olho seco e presbiopia, que são as patologias que mais atingem as pessoas idosas.

É claro que todas estas inovações são cada vez mais caras, os recursos financeiros cada vez mais insuficientes e as exigências dos doentes cada vez maiores. São contradições que se vão agudizar a curto prazo e que não são fáceis de resolver.

Uma verdeira entrevista, “estilo romance”,  para conhecer na última edição de 2018 da revista OftalPro. Subscreva a sua assinatura em papel ou digital aqui.

6 Dezembro 2018
Entrevistas

`

Notícias relacionadas

O percurso de Fernando Silva, médico oftalmologista

Fernando Silva nunca tinha pensado em ser médico oftalmologista até à altura de escolher a especialidade. Uma coisa sabia: queria uma profissão que pudesse aliar a parte médica à área cirúrgica. Fomos ao seu encontro, em Braga, para conhecermos a sua história.

Ler mais 4 Julho 2019
Entrevistas

“A oftalmologia é uma especialidade apaixonante”

Fernando Silva nunca tinha pensado em ser médico oftalmologista até à altura de escolher a especialidade. Uma coisa sabia: queria uma profissão que pudesse aliar a parte médica à área cirúrgica. Entre algumas opções, a oftalmologia pareceu-lhe a escolha acertada. E, hoje, não se arrepende da decisão que tomou há 22 anos.

Ler mais 12 Junho 2019
Entrevistas