Israel: retina artificial poderá devolver visão a cegos

Imagem da notícia: Israel: retina artificial poderá devolver visão a cegos

Yael Hanein, diretora do Centro de Nanociência, Nanotecnologia e Nanomedicina da Universidade de Tel Aviv, apresentou recentemente os resultados da investigação que levou a cabo nos últimos 10 anos, com o objetivo de criar uma retina artificial para substituir a ação dos fotorrecetores naturais do olho, quando destruídos por degeneração macular relacionada com a idade (DMI).

Segundo o site Israel Notícias, “os protótipos de visão artificial foram desenvolvidos e testados no nosso laboratório, mas eram muito grandes e volumosos para uso cirúrgico”, afirma a investigadora. “O desafio é desenvolver algo compacto que possa ser inserido precisamente no olho e colocado na retina”.

Para tal, os investigadores deste laboratório utilizam nanotubos de carbono, dentro dos quais são introduzidos os componentes fotossensíveis. Integrados com um polímero biocompatível, estes nanotubos podem criar o campo elétrico de estimulação retiniana necessária.

Saiba mais aqui. Se deseja contactar os investigadores, para obter mais informações, aceda a esta página.


18 Junho 2019
Oftalmologia

`

Notícias relacionadas

Córnea sintética ajuda cego a voltar a ver

Um homem de 78 anos estava dado como legalmente cego e recuperou a visão, sendo capaz de reconhecer familiares e ver números num quadro. O feito só foi possível devido ao implante da córnea sintética desenvolvida pela CorNeat que pode ser colocado diretamente no olho para substituir córneas danificadas, sem necessidade de tecido humano.

Ler mais 21 Janeiro 2021
Oftalmologia

Já conhece a nova equipa da SPO Jovem?

Fique a conhecer os rostos da nova equipa da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) Jovem. "Aceitamos com motivação o desafio de continuar a relação de proximidade, criada nos anos anteriores, entre internos, jovens especialistas e todos os oftalmologistas portugueses", afirmam.

Ler mais 18 Janeiro 2021
Oftalmologia