Lenitudes aposta em oftalmologia “de ponta”

Imagem da notícia: Lenitudes aposta em oftalmologia “de ponta”

A propósito do “Encontro sobre Abordagem da Doença de Alzheimer em 2020”, que decorreu em julho na Lenitudes – Medical Center & Research, em Santa Maria da Feira, ficámos a conhecer melhor esta unidade de saúde.

A Lenitudes – Medical Center & Research surgiu direcionada ao diagnóstico e tratamento de patologias tumorais e oncológicas. Dispõe de capacidades de diagnóstico tecnologicamente diferenciadas com equipamentos avançados, seja para exames de imagiologia seja para medicina molecular e tratamentos de radioterapia. Tem vindo a crescer em diferentes áreas e, a partir deste ano, tem em vista o crescimento com diversas especialidades, não só na área da oncologia, mas também na relacionada com a degenerescência e o envelhecimento.

Uma vez que a medicina se faz em equipa, a Lenitudes engloba outros serviços clínicos, como a oftalmologia, cardiologia, a neurologia, a ginecologia, a urologia e a otorrinolaringologia, bem como outras especialidades cirúrgicas, sempre procurando agregar equipas médicas de excelência.

O médico oftalmologista José Salgado-Borges, em declarações à OftalPro, afirmou que, “no que diz respeito à oftalmologia, contamos com uma equipa clínica e de investigação de reconhecido valor. Tendo em conta o crescente envelhecimento populacional, patologias tais como o glaucoma, a degenerescência macular relacionada com a idade, a catarata e a retinopatia diabética, entre outras, poderão ser diagnosticadas e tratadas nesta unidade, dotada da mais elevada tecnologia. Temos também colegas vocacionados para a neuro-oftalmologia e oftalmologia pediátrica”.

Saiba mais na OftalPro 46.

23 Outubro 2019
Oftalmologia

`

Notícias relacionadas

Máscaras de Angelina Meireles são “solidárias”

A Mundo A Sorrir avançou com a venda de máscaras reutilizáveis feitas em capulana (tecido tradicionalmente utilizado em África), cuja receita reverte na totalidade para o projeto “Saúde A Sorrir na Guiné-Bissau”, desenvolvido desde 2005. A criadora destas máscaras é a médica oftalmologista Angelina Meireles.

Ler mais 25 Maio 2020
AtualidadeOftalmologia

Textura da retina pode alertar para doença de Alzheimer

Engenheiros biomédicos da Duke University desenvolveram um novo dispositivo de imagem capaz de medir a espessura e a textura das várias camadas da retina na parte posterior do olho. O avanço pode ser usado para detetar um biomarcador da doença de Alzheimer, oferecendo potencialmente um sistema de alerta precoce para a doença.

Ler mais 20 Maio 2020
AtualidadeOftalmologia