CooperVision torna-se mecenas global da AIPC

Imagem da notícia: CooperVision torna-se mecenas global da AIPC

A CooperVision torna-se mecenas global da Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (AIPC). A empresa faz agora parte de um pequeno grupo de líderes, que inclui a Allergan, Bayer, Novartis e Standard Chartered Bank, que apoia a AIPC ao mais alto nível para ajudar a atingir o acesso universal à saúde ocular.

No âmbito da sua relação, a CooperVision e a AIPC vão colaborar para conseguir uma maior consciencialização e mais medidas para a crescente prevalência e severidade da miopia infantil de todo o mundo. Um relatório de referência da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 2015, sobre o problema declarou que “a miopia e a miopia alta estão a aumentar a nível mundial a velocidade alarmante, com aumentos significativos nos riscos de deficiência visual por afeções patológicas associadas com a miopia alta”.

“A CooperVision tem uma tradição de tratar problemas refrativos generalizados, como o astigmatismo e a presbiopia. Mais recentemente, assumimos desafios ainda maiores, como a miopia infantil, não apenas corrigindo-a, mas também desacelerando, com sucesso, a sua progressão”, afirmou Daniel G. McBride, presidente da CooperVision. “Apesar do extraordinário progresso que estamos a fazer, nenhuma empresa pode fazer isto sozinha. Somos otimistas acerca do que a nossa nova parceria com a AIPC vai significar para milhões de crianças, adultos e famílias do mundo inteiro”. 

“A AIPC está entusiasmada com a oportunidade de estabelecer uma parceria com a CooperVision para criar uma mudança sustentável e duradoura na saúde ocular, incluindo abordar o significativo aumento mundial da miopia afirmou Peter Holland, diretor executivo da AIPC. “A liderança, conhecimento e inovação dos nossos patrocinadores descobrem regularmente novas abordagens, modelos e alianças que têm um enorme impacto coletivo e individual. Ao trabalharmos juntos, aumentamos exponencialmente as nossas capacidades para enfrentar e superar os problemas de visão”.

28 Fevereiro 2020
Oftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia