Joaquim Mira em entrevista

Imagem da notícia: Joaquim Mira em entrevista

Joaquim Mira, natural de uma aldeia do concelho da Batalha, nunca imaginou que seria médico oftalmologista, mas sempre soube que o seu objetivo era ir longe.

“Depois de terminar a quarta classe do ensino primário, deixei de estudar e fui trabalhar na construção civil, mas percebi que não era esse o meu caminho, que desejava ir mais além”. E assim foi.

Após a  conclusão do ensino secundário à noite, enquanto trabalhava durante o dia, iniciou em 1975 o Curso de Medicina na Universidade de Coimbra e em 1986 a especialidade de oftalmologia no Hospital da Universidade de Coimbra. Hoje é uma referência no país no que diz respeito à cirurgia refrativa e da catarata.

Entrevista completa na OftalPro 48.

12 Março 2020
Entrevistas

PUBLICIDADE
Mido 2020
`

Notícias relacionadas

“Escolhi oftalmologia porque me pareceu mais aliciante”

Joaquim Mira, após a conclusão do ensino secundário à noite, enquanto trabalhava durante o dia, iniciou em 1975 o Curso de Medicina na Universidade de Coimbra e em 1986 a especialidade de oftalmologia no Hospital da Universidade de Coimbra. Hoje é uma referência no país no que diz respeito à cirurgia refrativa e da catarata.

Ler mais 31 Março 2020
Entrevistas

“Na saúde tudo são vasos comunicantes”

Erica Cardoso, presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Oftalmologia Gama Pinto (IOGP), formado também por Sandra Barrão (diretora clínica), Odete Afonso (enfermeira diretora) e Emílio Fernandes (vogal executivo), falou com a OftalPro sobre alguns dos segredos do sucesso do IOGP.

Ler mais 16 Janeiro 2020
Entrevistas