Especialistas em LC descartam mitos sobre o coronavírus

Imagem da notícia: Especialistas em LC descartam mitos sobre o coronavírus

Três investigadores na área da saúde visual, especialistas em lentes de contacto (LC), clarificam informações erradas que circulam sobre o uso de lentes de contacto e óculos no âmbito da pandemia de Covid-19.

Lyndon Jones, diretor do Centre for Ocular Research & Education (CORE) na Universidade de Waterloo (Canadá), Philip Morgan, diretor da Eurolens Research na Universidade de Manchester (Reino Unido), e Jason Nichols, vice-presidente associado de investigação e professor na Universidade do Alabama da Birmingham School of Optometry (Estados Unidos) e editor-chefe da Contact Lens Spectrum estão a aconselhar os profissionais e os usuários sobre os cuidados a ter com os olhos, assim como a seguirem práticas baseadas em evidências.

Entre outros aspetos, os investigadores afirmam: o uso de lentes de contacto é seguro, sendo que apenas se deve interromper o seu uso caso haja algum tipo de infeção. A lavagem adequada das mãos e a desinfeção das lentes de contacto e dos óculos é essencial nesta situação de pandemia, e não só. Mais, não existem evidências científicas que provem que usar óculos forneça proteção contra a Covid-19 ou outras transmissões virais.

Saiba mais aqui.

24 Março 2020
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade