Estudo: novas ideias sobre o controlo da miopia em crianças com lentes de contacto

Imagem da notícia: Estudo: novas ideias sobre o controlo da miopia em crianças com lentes de contacto

Dois estudos clínicos, apresentados na conferência virtual da Association for Research in Vision and Ophthalmology (ARVO), oferecem aos profissionais da visão novas ideias para ajudar a controlar a miopia em crianças usando lentes de contacto. O acesso poderá ser obtido através do catálogo da biblioteca ARVO Media em ARVOLearn. Os resumos serão publicados na próxima revista Investigative Ophthalmology & Visual Science.

Estudo ReCSS investiga a segurança no uso de lentes de contacto por crianças

Robin Chalmers, optometrista e membro da Academia Americana de Optometria, é o principal investigador do estudo ReCSS (Estudo de Coorte Retrospetivo sobre a Segurança de lentes de contacto pediátricas (ReCSS), que liderou o esforço em nome da CooperVision como parte do processo para a aprovação da FDA dos Estados Unidos da América para as lentes de contacto MiSight® 1 day. O estudo verificou aleatoriamente 4.611 registos médicos de 782 crianças, de sete centros de atendimento visual nos EUA em diferentes áreas geográficas e com ampla diversidade étnica, e 181 crianças de dois ensaios clínicos aleatórios e longitudinais.

A revisão dos dados incluiu visitas as clínicas com crianças até 16 anos que colocaram lentes de contacto hidrófilas, entre os 8 e só 12 anos. Os registos clínicos que envolvem eventos adversos foram avaliados e classificados por um painel de médicos especialistas independentes. A taxa anual de eventos adversos infiltrativos foi muito baixa (0,66% ao ano com IC 95% 0,39-1,05), assim como uma taxa anual de conjuntivite papilar devido as lentes de contacto (0,48% ao ano com IC95% 0,25). -0,82). O estudo estimou uma taxa de queratite microbiana de 7,4 por 10.000 anos (IC 95% 1,8-29,6) em utilizadores de lentes de contacto hidrófilas de 8 a 16 anos, comparável às taxas estimadas em utilizadores adultos.

“Os pais costumam perguntar aos profissionais da visão se as crianças podem usar lentes de contacto em segurança. Este trabalho adiciona evidências substanciais do uso seguro de lentes de contacto hidrófilas em crianças e deve ajudar os profissionais da visão a tranquilizar as famílias ao considerar as opções do tratamento da miopia”, acrescenta John McNally, optometrista, membro da Academia Americana de Optometria (FAAO), um dos autores do estudo e diretor sénior da pesquisa clínica da CooperVision.

Análise percentual baseada na população confirma os resultados do estudo clínico com o MiSight® 1 day

Ian Flitcroft, oftalmologista e membro do Royal College of Ophthalmologists, organizou uma análise de percentil do desenvolvimento da graduação com base na população para avaliar os resultados do estudo clínico de três anos com a lente de contacto MiSight® 1 day da CooperVision semelhante aos percentis do crescimento existentes em crianças europeias. Foram avaliadas as taxas de progressão da refração e a progressão anual de 113 crianças de Portugal, Reino Unido e Canadá que participaram no estudo clínico mencionado com MiSight® 1 day. Esses dados foram comparados com os cálculos de percentil de 9.092 crianças irlandesas dos 8 aos 17 anos que foram criadas com os dados optométricos coletados anonimamente.

Os autores descobriram que as lentes MiSight®1 day levaram a uma progressão menor da miopia em comparação com o que seria normalmente observado por um profissional da visão numa criança europeia, e o grupo de controlo, que usou durante 3 anos a lente Proclear® 1 day, comportou-se da maneira esperada num paciente que não usou um sistema de controlo de miopia.

“À medida que continuamos a expandir a disponibilidade a nível mundial das lentes de contacto MiSight® 1 day, para ajudar a retardar a progressão da miopia em crianças, esta comparação baseada na população cria uma confiança ainda mais profunda nos resultados do nosso rigoroso estudo clínico de duração de três anos na fase comparativa “, disse Paul Chamberlain, diretor de programas de pesquisa da CooperVision em miopia e co-autor da mais recente análise. “Os profissionais da visão têm agora mais uma referência a ser usada na avaliação as estratégias de controlo da miopia junto com os pais”. 

Ambos os estudos receberam financiamento da CooperVision.

8 Julho 2020
Conteúdo PatrocinadoLentes e equipamentos

`

Notícias relacionadas

HOYA Vision Care lança nova campanha global “Myopia Care for Kids”

Esta iniciativa tem o duplo objetivo de “sensibilizar as crianças para o crescente aumento global da miopia nas crianças (que ocorre tipicamente entre os 6 e 14 anos1), assim como, sensibilizar para as “inovadoras lentes oftálmicas2 MiYOSMART, concebidas especificamente para que as crianças abrandem a progressão da miopia nas crianças entre os 8 e os 13 anos3”.

Ler mais 17 Agosto 2022
AtualidadeLentes e equipamentos

“Pretendemos continuar a ser uma referência no setor”

O Laboratório Edol completa 70 anos e mantém a ambição de continuar a crescer. Em entrevista à OftalPro, a diretora de marketing e vendas do Edol, Mafalda Pimpão, refere que a ambição com a nova unidade fabril “é abraçar novos mercados, principalmente o europeu” e “continuar a ser uma referência no setor”.

Ler mais 15 Agosto 2022
EntrevistasLentes e equipamentos