Coriorretinopatia Serosa Central: causa e sintomas de uma doença associada ao stress

Imagem da notícia: Coriorretinopatia Serosa Central: causa e sintomas de uma doença associada ao stress

A Coriorretinopatia Serosa Central ocorre quando a visão de um ou dos dois olhos começa a ficar turva ou distorcida e surgem manchas acinzentadas na região central da visão.

Para a Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende, esta condição carateriza-se “sobretudo pelo aparecimento de um descolamento seroso da retina e numa zona delimitada. Numa fase mais adiantada ocorre fibrina subretiniana e zonas atróficas do epitélio pigmentar da retina pelo descolamento recorrente e prolongado, assim como flutuação do líquido subretiniano e neovascularização coroideia”.

Ainda segundo a publicação, uma das queixas mais comuns da doença é a “perceção de uma mancha escura no centro da visão (escotoma positivo)”, podendo ocorrer uma “diminuição variável da acuidade visual”, esclarece a Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende.

Apesar de “não se saber ao certo como a doença se origina”, ela “está associada a um aumento dos níveis de um hormônio chamado cortisol, estando ligada a situações de stress, personalidade tipo A, hipertensão e cefaleias”.

Esta condição “quase sempre é idiopática, embora esteja descrito que possa estar associada a gravidez, ao Lúpus, pacientes em hemodiálise/transplantados, síndrome de Cushing, à gastrite por H. pilory, apnéia do sono e uso de medicamentos que contém corticosteróides (pomadas, comprimidos, inaladores ou infiltrações), pode ler-se no artigo.

Para a Clínica Oftalmológica a “maioria dos pacientes com esta doença tem entre 25 e 45 anos. Atinge mais os homens, representando mais de 85% dos casos, o que não significa que não possa afetar mulheres também”, podendo ser “comum ocorrer a recorrência da doença durante a vida do paciente”.

10 Setembro 2021
AtualidadeOftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

Colóquios de Oftalmologia 2022 decorrem em fevereiro

Os Colóquios de Oftalmologia 2022 realizam-se a 4 e 5 de fevereiro no Hotel Marriott, em Lisboa. O evento irá proporcionar palestras sobre atualidade em retina e implanto-refrativa, sustentabilidade e gestão, sociedade civil: glaucoma pediátrico.

Ler mais 12 Janeiro 2022
AtualidadeEventos e Formação

Janeiro, mês da consciencialização do glaucoma

A Prevent Blindness, uma organização sem fins lucrativos de saúde e segurança ocular, de Chicago, declarou janeiro como o mês da consciencialização do glaucoma. O objetivo é oferecer “uma variedade de recursos educacionais e de consciencialização gratuitos para ajudar a prevenir a perda desnecessária da visão”.

Ler mais 11 Janeiro 2022
AtualidadeOftalmologia