Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende alerta para as principais doenças oculares no outono

Imagem da notícia: Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende alerta para as principais doenças oculares no outono

A Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende fez uma publicação no Facebook para alertar sobre as principais doenças oculares no outono e aconselhar sobre o que fazer em caso do seu aparecimento.

Causas como tempo seco, temperaturas mais baixas, baixa humidade do ar e menos chuva podem causar algumas doenças oculares, tais como:

Olho seco – “Má qualidade e/ou quantidade da lágrima, fator que se pode agravar durante o outono, podendo causar maior secura, ardor, visão turva e olho vermelho”. Para isso, a Clínica Oftalmológica Dr. Rui Avelino Resende aconselha “cuidado com o ar condicionado”, “beber bastantes líquidos” e “usar um bom lubrificante ocular”.

Outra das doenças oculares referida é a conjuntivite, que “pode ser causada por infeção (com as baixas temperaturas, a imunidade também pode cair e, nesse caso, a conjuntivite viral é mais comum) ou alergia (por meio da exposição ao pólen atmosférico), e entre os sintomas mais comuns, estão: lacrimejamento; olho vermelho; secreção e comichão”. O conselho é “lavar as mãos frequentemente e não as levar aos olhos, evitar ambientes fechados, e não partilhar objetos pessoais”.

Por último, as alergias. De acordo com a publicação “quem tem predisposição para rinite, sinusite e dermatites de contacto, deve redobrar a sua atenção”, para isso é aconselhável“não esfregar ou coçar os olhos” e “preferir locais mais arejados”.

27 Setembro 2021
AtualidadeOftalmologia

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

“Em 2050, uma em cada duas pessoas vão sofrer de miopia”

O alerta é da OMS sublinhado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. No Dia Mundial da Visão a instituição chama atenção para a excessiva exposição de crianças a dispositivos eletrónicos. 80% de todas as causas de deficiência visual são evitáveis ou podem ser tratáveis mediante prevenção adequada.

Ler mais 14 Outubro 2021
AtualidadeOftalmologia