Nuno Lopes em entrevista

Imagem da notícia: Nuno Lopes em entrevista

Nuno Lopes, oftalmologista no Hospital de Braga, CUF Porto e Trofa Saúde Braga, falou com a OftalPro sobre o seu percurso académico e profissional e sobre a área da cirurgia de glaucoma, à qual se dedica. Para Nuno Lopes, Portugal está, em termos formativos, “perfeitamente ao nível dos melhores centros internacionais”, contudo destaca que um dos principais desafios atuais para a oftalmologia, e para as especialidades médicas em geral “será inverter o ciclo de gestão em que caímos nesta última década”.

Neste momento dedica-se à área de glaucoma e mais especificamente às questões da cirurgia de glaucoma. Em Portugal como tem sido a evolução nesta área? É diferente comparativamente a outros países? De que forma?

A formação específica em oftalmologia em Portugal é equiparada às melhores do mundo e, na minha opinião, destaca-se especialmente na oportunidade que temos de obter formação e diferenciação cirúrgica precoce, ainda enquanto internos. Não obstante, neste contexto, dependemos da velocidade de adoção em Portugal de novas técnicas e das oportunidades por parte dos nossos tutores.

Leia a entrevista completa na próxima edição da OftalPro.

21 Setembro 2022
EntrevistasOftalmologia

PUBLICIDADE
https://www.oftalpro.pt/wp-content/uploads/2022/11/BANNER-MIDO_OPTICA-E-OFTAL.gif
`

Notícias relacionadas

Oftalmologistas alertam para “Retinopatia de prematuridade”

A condição é para os especialistas “uma das principais causas de baixa visão e cegueira na infância”. A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) alerta para o diagnóstico atempado e para o tratamento quando indicado, de modo a tentar evitar a evolução da doença.

Ler mais 29 Novembro 2022
Oftalmologia

Maria João Quadrado em entrevista

Maria João Quadrado é consultora da “Ocular Tissue Donation and Transplantation” no Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST) e falou com a OftalPro sobre o estado atual de transplantes da córnea em Portugal. De acordo com a médica oftalmologista, “Portugal acompanhou os níveis de excelência que os padrões científicos nos impõem”, no entanto, “ainda há um espaço para melhoria da rede de colheitas de córneas em Portugal”.

Ler mais 17 Novembro 2022
EntrevistasOftalmologia