CHULN pioneiro no rastreio de glaucoma por Inteligência Artificial

Imagem da notícia: CHULN pioneiro no rastreio de glaucoma por Inteligência Artificial

O Serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), é o “primeiro a nível internacional” a recorrer a um programa de Inteligência Artificial (IA) que promete “revolucionar o rastreio do glaucoma”, refere a instituição.

De acordo com a mesma publicação, este novo exame “permite dar um diagnóstico da doença em segundos, substituindo um circuito de sete exames com cerca de uma hora de duração, poupando recursos e acelerando o tratamento”.

Luís Abegão Pinto, refere que “com o circuito de exames habitual, só conseguíamos ver oito doentes por dia, num processo que ocupava três ortoptistas, exames que depois ainda tinham de ser analisados por um médico”. Segundo o responsável pela Consulta de Glaucoma do CHULN, com este novo exame, “basta tirar uma fotografia aos olhos e em segundos o programa dá-nos um diagnóstico bastante exato sobre a doença. Isso permite-nos no mínimo duplicar a capacidade de exames diários e ficar apenas com os doentes que realmente precisam de fazer o resto do processo”.

O protocolo assinado entre o Serviço de Oftalmologia do CHULN e a ARS de Lisboa e Vale do Tejo, permite levar este exame inovador aos centros de saúde, num projeto piloto que deve arrancar a 1 de Fevereiro.

24 Janeiro 2023
Oftalmologia

`

Notícias relacionadas

Olhos vermelhos e bandeiras vermelhas

Olhos vermelhos e bandeiras vermelhas: A importância do exame oftalmológico no diagnóstico e orientação - artigo da autoria de J. Salgado-Borges. MD, PhD, FEBO - Diretor Clínico da Clinsborges, Embaixador em Portugal do TFOS (Tear Film & Ocular Surface Society) e Membro da EUDES (European Dry Eye Society).

Ler mais 3 Abril 2024
Oftalmologia