O uso de lentes de contacto hidrófilas em crianças e adolescentes

Imagem da notícia: O uso de lentes de contacto hidrófilas em crianças e adolescentes

Dois estudos recentes sobre a segurança a longo prazo do uso de lentes de contacto hidrófilas (SCL) em crianças demonstram um índice baixo de complicações, à semelhança dos adultos, com impacto mínimo na fisiologia ocular. Estes estudos indicam que crianças a partir dos 8 anos de idade podem usar lentes de contacto hidrófilas numa gama de prescrições, com toda a segurança, inclusive como medida de intervenção para o controlo da miopia.

A adaptação de lentes de contacto em crianças tem numerosas vantagens funcionais e emocionais, como um melhor desempenho visual, sucesso académico e desportivo, bem como uma melhor autoestima e a forma como são percecionadas pelos seus pares. Há provas crescentes de que esta é a primeira escolha para a correção de erros de refração para todos os amétropes.

A investigação também demonstrou que alguns modelos de lentes de contacto hidrófilas multifocais (originalmente concebidas para presbiopia) e lentes especialmente concebidas para o controlo da miopia conseguiram abrandar a progressão da miopia. Contudo, um recente inquérito internacional sobre a adaptação de lentes de contacto para controlo da miopia em crianças mostrou que a adaptação para controlo da miopia representava apenas 2,3% de todas as lentes adaptadas a crianças.

As pesquisas revelam que a incidência de eventos adversos graves relacionados com lentes de contacto, tais como a queratite microbiana (MK), é rara entre os utilizadores adultos de lentes de contacto, especialmente os utilizadores diários de lentes descartáveis.23 Uma revisão sistemática da literatura publicada em 2017 sobre a segurança das lentes de contacto hidrófilas em crianças mostrou que a incidência de eventos infiltrativos da córnea (CIE) em crianças é semelhante à dos adultos, e em comparação com os adultos jovens, pode ser ainda mais inferior. No entanto, crianças com menos de 13 anos de idade têm sido pouco presentes nestes estudos.24

Dois estudos recentes reviram especificamente a segurança a longo prazo do uso de lentes de contacto hidrófilas em crianças desta faixa etária.

O artigo completo está disponível na revista OftalPro 62.

23 Outubro 2023
Destaque

`

Notícias relacionadas

Como prever a progressão da miopia em crianças?

O Serviço de Oftalmologia do Hospital Fernando Pessoa alcançou mais um marco significativo ao publicar um artigo científico inovador na área da miopia. O estudo, da autoria de Sandra Guimarães e Maria João Vieira, explora as potencialidades do Plusoptix (um autorefratómetro binocular móvel) em crianças míopes que já usam óculos. 

Ler mais 26 Março 2024
Destaque