Hipertensão afeta mais de 30 por cento das mulheres portuguesas

Imagem da notícia: Hipertensão afeta mais de 30 por cento das mulheres portuguesas

O estudo Prevalência, Tratamento e Controlo da Hipertensão em Portugal, da autoria de Mário Espiga de Macedo, demonstra que a hipertensão continua a afetar mais de 30 por cento das mulheres portuguesas, com a região do Alentejo a apresentar o valor mais alto com 43,3 por cento, avança o jornal “I”.

A idade surge associada ao aumento das ocorrências, dado que no grupo com menos de 35 anos a percentagem de prevalência é de 12,4 por cento, enquanto acima do 64 anos se situa nos 78,7 por cento.

Outras conclusões indicam que 53 por cento das mulheres com idades entre os 35 e os 64 anos sabem que têm a enfermidade ao passo que apenas 36,2 por cento dos homens têm consciência do facto; bem como 44,3 e 29,2 por cento, respetivamente, fazem tratamento; ao que acresce ainda os 17,6 por cento de mulheres que têm a doença controlada enquanto só 8,6 por cento de homens está nessa condição.

28 Maio 2013
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade