Fumar prejudica o cérebro masculino

Imagem da notícia: Fumar prejudica o cérebro masculino

Os homens que fumam regularmente têm um maior risco de apresentar um declínio mais rápido da função cognitiva, revela um estudo publicado na revista Archives of General Psychiatry.

Os investigadores, liderados por Séverine Sabia, analisaram seis critérios para determinar o grau de consumo de tabaco dos participantes, ao longo de um período de 25 anos, e realizaram três avaliações das suas capacidades cognitivas, ao longo de mais de 10 anos.

O estudo constatou que os homens fumadores apresentavam um declínio mais rápido da função cognitiva. Os fumadores que deixaram de fumar, durante os 10 anos que antecederam a primeira avaliação das suas capacidades cognitivas, continuavam a apresentar um risco de sofrer de um declínio cognitivo, particularmente na função executiva. Esta função refere-se a processos cognitivos como a memória, atenção, resolução de problemas, raciocínio verbal, flexibilidade mental, capacidade de desempenhar múltiplas tarefas, inibição e monitorização das ações.

13 Fevereiro 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

SNS: telessaúde usada em 87% dos hospitais

Mais de 80% dos hospitais do SNS recorrem à telessaúde, sendo o telerrastreio e a teleconsulta os mais frequentes, mas os projetos de inteligência artificial ainda não chegaram a metade das instituições de saúde em Portugal.

Ler mais 17 Junho 2019
Atualidade

Cancro: centro de investigação europeu distingue estudo da FCTUC

Um estudo que, pela primeira vez, avaliou o impacto de fármacos anticancerígenos na água do interior das células foi distinguido com o Society Impact Award 2019, prémio atribuído pelo ISIS Neutron and Muon Source, laboratório que possui um dos mais potentes feixes de neutrões e muões do mundo, localizado no Reino Unido.

Ler mais 13 Junho 2019
Atualidade