LHON: doentes portugueses integram estudo internacional

Imagem da notícia: LHON: doentes portugueses integram estudo internacional

O Serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar Universitário de São João, do Porto, é um dos serviços, a nível europeu, que participa no estudo LEROS. Ao todo, juntam-se três doentes portugueses ao estudo, a quem a doença foi diagnosticada até há cinco anos. 

A investigação clínica internacional, que decorre na Europa e nos Estados Unidos da América, pretende avaliar a eficácia e segurança a longo prazo do único medicamento aprovado para tratar a neuropatia ótica hereditária de leber (LHON).

De acordo com Sérgio Silva Estrela, médico oftalmologista do Centro Hospitalar Universitário de São João que está envolvido no trabalho, “é um estudo em que são avaliados os efeitos da administração deste medicamento durante um período de dois anos”.

Saiba mais aqui.

19 Fevereiro 2019
Oftalmologia

PUBLICIDADE
Mido 2020
`

Notícias relacionadas

Maria João Quadrado nomeada sub-diretora da FMUC

A médica oftalmologista Maria João Quadrado é a nova sub-diretora da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) para a área de Relações Institucionais, Parcerias e Internacionalização.

Ler mais 17 Setembro 2019
Oftalmologia