LHON: doentes portugueses integram estudo internacional

Imagem da notícia: LHON: doentes portugueses integram estudo internacional

O Serviço de Oftalmologia do Centro Hospitalar Universitário de São João, do Porto, é um dos serviços, a nível europeu, que participa no estudo LEROS. Ao todo, juntam-se três doentes portugueses ao estudo, a quem a doença foi diagnosticada até há cinco anos. 

A investigação clínica internacional, que decorre na Europa e nos Estados Unidos da América, pretende avaliar a eficácia e segurança a longo prazo do único medicamento aprovado para tratar a neuropatia ótica hereditária de leber (LHON).

De acordo com Sérgio Silva Estrela, médico oftalmologista do Centro Hospitalar Universitário de São João que está envolvido no trabalho, “é um estudo em que são avaliados os efeitos da administração deste medicamento durante um período de dois anos”.

Saiba mais aqui.

19 Fevereiro 2019
Oftalmologia

`

Notícias relacionadas

Já conhece o EyeFind?

Trata-se de um serviço online da Association for Research in Vision and Ophthalmology (ARVO) e da Eye Bank Association of America (EBAA) para juntar cientistas ligados a bancos de olhos.

Ler mais 19 Março 2019
Oftalmologia

Glaucoma afeta cerca de 200 mil portugueses

Durante a Semana Mundial do Glaucoma - de 10 a 16 de março de 2019, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia alertou para a importância do diagnóstico precoce para travar o "inimigo silencioso" da visão.

Ler mais 18 Março 2019
Oftalmologia